RP WEEK 2015 – Um review sobre o que rolou nessa semana intensa e produtiva para uma RP de férias


A RP WEEK aconteceu entre os dias 13 e 18 de julho, na Faculdade Cásper Líbero – São Paulo. A programação repleta de atividades voltadas às Relações Públicas foi organizada e executada pela equipe da Todo Mundo Precisa de Um RP (primeiro coletivo de relações públicas do Brasil) contando com a presença de diversos públicos, tais como vestibulandos interessados no curso e posteriormente no exercício da profissão, alunos que cursam Relações Públicas nas mais variadas universidades brasileiras e também por profissionais formados em busca de mais conhecimento acerca do perfil e cenário atual da profissão.       

        O tema da RP WEEK 2015 – segunda edição – foi Inovação, trazendo consigo a frase de efeito “INOVAR É COISA DE RP”. Os workshops, palestras, rodas de conversa e imersões versaram sobre possibilidades, conceitos, cases de sucesso (e também cases de fracasso), processos e possíveis maneiras de inovar.
       
Sem título.png
Fonte: Bárbara Senefonte
        As mais diversas áreas e possibilidades de atuação foram abordadas na maratona de 6 dias de evento: gestão de crises, estratégias de inovação on e off-line, inovação em planejamento eventos, processos estratégicos para obtenção e mensuração de resultados, conteúdos e ações voltadas para social media, assessoria de imprensa, liderança, gestão de imagem de celebridades e reposicionamento, o livre exercício das relações públicas, processos de criação e gestão  de startups e apropriação de medidas inovadoras nas áreas de RP.

        Multiplicidade, versatilidade e atitude podem ser consideradas palavras-chave de todos os conteúdos explorados e compartilhados nessa semana rica de informações para os que se fizeram presentes. Falas inspiradoras de ícones renomados das Relações Públicas - como os professores Fábio França e Margarida Kunsch- mescladas com uma galera jovem, cheia de criatividade, pró-atividade e energia como Gian Martinez (ex diretor criativo da Coca Cola e agora empreendedor na Winnin), Wesley Barbosa (diretor de parcerias em marketing do Facebook e representante do Baidu) e Rodrigo Adams (jornalista formado que tornou-se estudante de RP a fim de melhor conhecer seus públicos e complementar sua carreira) foram responsáveis por exemplificar o quão flexível e essencial torna-se a atividade de Relações Públicas atualmente.

Sem título 1.png
Fonte: Bárbara Senefonte
        Dentre todos os aprendizados transmitidos, o que pude absorver de modo geral é que todo e qualquer RP deve assumir o papel de protagonista a cada dia, seja através de pequenas ações em sua vida profissional ou pessoal, em proposições e execução de novas ideias, na implantação mudanças e na coragem de arriscar e investir em algo novo, algo que faça a roda da comunicação girar. Para isso, a delimitação do processo e o foco em cada pequeno passo é essencial para que o objetivo principal seja alcançado e que, consequentemente, a missão estipulada possa ser cumprida com êxito.

        Estamos na era da comunicação allline, a qual é complementada através da junção do on e do off-line por meio da utilização dos pontos fortes que ambas nos oferecem. No cenário atual, a tecnologia não é necessária, mas sim os benefícios dela, que a  cada dia tornam-se mais importantes. A apropriação da inovação atualmente é a arma mais poderosa que temos, sendo que a chave do sucesso para qualquer ação que desejamos executar encontra-se na maneira como usamos as ferramentas e os recursos disponíveis ao nosso redor. Para Ariane Feijó, se todo mundo precisa de um RP, os RP’s precisam inovar.  
       
        O fechamento da RP WEEK me deixou com uma porção de itens a serem refletidos ao longo dos próximos dias, mas principalmente, o que levei comigo pra casa (além de novos colegas de profissão e de uma foto com o querido professor França) foi um misto de entusiasmo e motivação reforçados diariamente no evento, pautados nos princípios de que através das micro revoluções, da educação, da troca de experiências, do companheirismo, da união, do carinho, da coragem de tentar algo inovador, da conversa e principalmente da determinação, o cenário de nossa profissão passará a ser cada vez mais reconhecido e promissor, e que cabe a cada um de nós colaborar pra que isso se concretize.




11751132_10153517236984772_2013052375_n.jpgSobre a autora:

Bárbara Senefonte, 22 anos, estudante do sétimo semestre de RP na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Possui experiência em planejamento e execução de eventos, assim como em gerenciamento, manutenção e monitoramento de redes sociais e FacebookAds. Possui interesse em conteúdos de marketing, processos de branding e gestão de marcas.

Comentários