CONFERP: a atualização da profissão em discussão



Hoje pela manhã, à convite do Conferp, participamos de um bate-papo sobre nossa profissão e questões referentes à legislação. Nos reunimos de forma online, junto à demais colegas e articuladores de iniciativas no Brasil já conhecidos por vocês, como Todo Mundo Precisa de um RP, RP da Depressão, Versátil RP, Fantástico Mundo RP, RP do Brasil, RP faz, Movimento Relacione-se entre outros profissionais, para conversar sobre  a atualização da regulamentação da profissão de Relações Públicas, a qual hoje é denominada pelo Conferp como a atualização da lei n. 5.377/67.
O encontro foi mediado pela presidente do Conselho Federal de Relações Públicas (Conferp), Andréia Silveira, com o objetivo de entendermos melhor o que está acontecendo e conversarmos sobre os critérios que pautam a questão. O fato é que muitos profissionais ainda não conhecem a proposta da atualização ou ainda não possuem opinião formada, portanto, neste primeiro momento, queremos contar um pouco sobre esse cenário a todos vocês:
Nossa profissão é regulamentada pela lei n. 5377/67 que designa que a profissão de Relações Públicas é privativa aos graduação no país, aos que tenham uma graduação em outro país, mas que teve seu diploma aqui reconhecido, e aos que, antes da referida lei, já exerciam a profissão por no mínimo 24 meses, com registo na ABRP (Assossiação Brasileira de Relações Públicas) durante esse mesmo período. É essa lei, também, que define as atividades profissionais inerentes à profissão e que trata sobre o registro profissional.
Um primeiro movimento para revisar essa lei de 1967 foi realizado em 1997 durante o Parlamento de Nacional de Relações Públicas, que gerou a Carta de Atibaia, documento conclusivo sobre o encontro, e que já trazia à discussão a questão de flexibilização das Relações Públicas.
Desde 1997, o Sistema Conferp vem tentando atualizar a lei, no sentido de corresponder às transformações passadas pelas sociedade e os novos tempos em que vivemos. Hoje, o Conferp possui uma articulação maior e um documento que embasa as atuais propostas sobre a atualização da profissão e que será, posteriormente, posta em votação, junto aos profissionais registrados, em maio de 2015.
É muito importante que todos os profissionais e estudantes de Relações Públicas saibam o que está acontecendo e também se posicionem frente ao cenário, para isso, entendemos que a informação é a questão chave para que todos possam expressar suas opiniões e participar desse acontecimento.
Até o momento não temos, como grupo, uma opinião formada, queremos na verdade é que vocês FALEM MAIS, que vocês leiam as informações que apresentamos aqui e possam nos dizer o que vocês pensam. Em breve, junto aos demais blogs e páginas de RP, traremos mais informações para podermos sempre contar com vocês!


Vamos lá RPs, é hora de Falar Mais!

Equipe Fala Mais, RP.

Comentários